Em novo álbum, B.L.U.N.T. mostra por que são Lendari’OZ

Os caras Bem Loucos Unidos No Tema brotaram de novo, dessa vez com o novo projeto Lendari’OZ

 

Diretamente de Pirituba, Zona Oeste de São Paulo, os caras da B.L.U.N.T. droparam dia 25 de Novembro sua mais nova obra-prima Lendari’OZ. Com 13 faixas extraordinárias, traz participações de Choice, Funkero, LK O Marroquino, Vietnã, NP Vocal, Young Ganni, Mano Hick e Rai Bagano nas rhymes e Soffiatti, Denielz, KB, Rotta e José Olavo nas productions.

Do melhor jeitão B.L.U.N.T., o título do álbum remete à lendário, tal como o anterior, Immortalitas, que significa imortalidade, seguindo a linha do imortal e inesquecível. Ele mantém um alto nível de autenticidade não só no nome, mas também valorizando a presença dos rabiscos — algo que anda escasso nos dias atuais. É louvável a produção recheada de graves fascinantes, com beats profundos que fazem o ouvinte delirar junto com os conteúdos abordados aqui.

Nobru trouxe rimas ácidas e eletrizantes, descarregando o pente da sua arma de flow. Dá para sentir sua liberdade em cada linha (ele não desperdiça uma). Sua sede de gravar outro álbum ficou explícita aqui. Sua voracidade em explodir sobre beats cabulosos — como “Porta do Inferno 2” e “Porcos”, que exalta bem sua agressividade no refrão — fez suas rimas valerem o dobro que o valor do ouro. Não é ficção. É revolução.

Twixx é o cara que nunca está para brincadeira (pelo menos é o que ele transparece em suas músicas). Toda sua presença no álbum traz um sentimento de experiência única. Sua linha de raciocínio soa estar aquém dos acontecimentos. Através de rimas venenosas — exceto em “Paraíso Sem Cor”, “Vício” e “Cansei de Falar de Amor”, que são registros onde ele se “derrete” e mostra seu outro lado — ele destila seu poder de encontrar rimas brutais.

Eis aqui 46 minutos de música boa. O conteúdo é explícito, porém atraente. Faixas elegantes que aguçam o cérebro e elevam a racionalidade de quem aprecia. Produções no estilo B.L.U.N.T. (quem conhece sabe). Autenticidade indecifrável. Sonoridade avançada. Provaram que merecem irrefutavelmente seu lugar no topo. Projeto gangsta. Demasiadamente sujo. Underground. Rua. Perigoso. Um álbum muito lógico.

São Paulo é lendário. O hip-hop é lendário. O rep nacional é lendário. A forma como cada música aqui lançada é lendária. Os caras da B.L.U.N.T. são lendários.

 

Contato para shows e parcerias:
Sidnei Diniz (@sidneidiniz_)
(11) 99892-1277
rapblunt@gmail.com

 

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s